Município

História

Histórico

A Fazenda Tamanduá, propriedade de Manoel Ribeiro Soares, que se  instalou na região atraído pela abundância de maniçobais, e pela fertilidade das terras, deu origem ao núcleo.

Manoel Ribeiro integrava a missão comandada por José Dias, para a expulsão dos indígenas da região. Concluída a missão, Manoel Ribeiro distribuiu terras da fazenda entre seus familiares, que se dedicaram à extração da borracha de maniçoba, criação de gado e práticas agrícolas.

Por volta de 1915, com a construção de barragem no local do açude de Anísio de Abreu, a localidade entrou em fase de progresso. Casas foram construídas, comerciantes se estabeleceram, ruas e praças surgiram, transformando Tamanduá em um próspero povoado.

Em 1927, foi construída a primeira igreja, que recebeu a imagem de São João Batista, escolhido como padroeiro da cidade.

Em 1962, Tamanduá passou a denominar-se Anísio de Abreu, em homenagem ao ex- Governador e Senador Anísio Brito de Abreu.

 

Gentílico: anisiense

 

Formação administrativa:

Elevado à categoria município e distrito com denominação de Anísio de Abreu, pela Lei Estadual n° 2353, de 05-12-1962, desmembrado de Caracol. Sede do atual distrito de Anísio de Abreu, o ex-povoado de Tamanduá. Constituído do distrito sede, instalado em 25/12/1962. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.  Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

 

Fonte

IBGE